Vitor Filho: O mundo corporativo não quer saber da tempestade, quer saber se você trouxe o navio

O líder da VGV abriu as portas de sua empresa e conversou com a reportagem do Pacto. Falou sobre negócios e contou sua trajetória de sucesso

Um sobrado despretensioso, no bairro Cidade Vargas, na zona sul de Sampa, tem o ritmo intenso. Os corretores animados e dispostos, sempre fechando um bom negócio.

Enquanto o mercado imobiliário tenta recuperar o fôlego numa economia fragilizada, a VGV Imóveis segue em crescimento. E o segredo está no otimismo de Vítor Ferreira Silva Filho.

O líder da VGV abriu as portas de sua empresa e conversou com a reportagem do Pacto. Era uma tarde cinza, mas para Vitor o dia está sempre azul e com o Sol brilhando.

História

Vitor Filho, empreendedor da VGV Imóveis

Vitor Filho, empreendedor da VGV Imóveis

Nascido em Valente, a “Capital do Sisal”, no nordeste da Bahia, mais novo de 16 irmãos, órfão de pais com apenas 7 anos de idade. A mãe morreu no parto de um irmão, que também não sobreviveu, e o pai de “desgosto” como afirma Vitor.

Sou brasileiro com dois B’s, brasileiro e baiano… Nasci no ano que um médico baiano (Dr. Elsimar Coutinho) criou o anticoncepcional (injetável de uso prolongado), em 1966”

Nesta trajetória, lamenta que cada irmão tomou um rumo, o que ocasionou um distanciamento. Ainda criança chega em São Paulo e começa a jornada de muito estudo e trabalho. “Carreguei ferro-velho para comer, durante muito tempo, (fui) faxineiro”.

Nos anos 90, época do regime militar, ingressou na Polícia Militar onde permaneceu por quase uma década. Naquele período, começou o seu primeiro empreendimento, abriu uma prestadora de serviço na área de segurança. No final dos anos 90, avaliou e decidiu pendurar a farda, dedicando sua atenção e energia à empresa.

Na entrevista, Vitor não falou muito das frustrações ou ‘tombos’ que teve em seus empreendimentos, mesmo quando o olhar demostrava ter recordado um momento difícil. “Vontade de vencer, (sei) de onde vim, para onde vou e tenho muita fé em Deus”, resume o empresário e seguidor da Congregação Cristã do Brasil.

Início no ramo imobiliário

“Quando olho pra trás, não viro nem o pescoço, olho pelo retrovisor e sempre pra frente. O que passou, passou… O começo (da VGV) foi muito trabalhoso, muito desafiador. Eu fui para os bancos da universidade, estudei na FMU. No meio da molecada, um senhor, um tiozinho, aguentei muita piada” definiu Filho. Segundo o empreendedor, a decisão de investir no ramo imobiliário surgiu depois que aceitou um convite de uma construtora, onde ele trabalhou e vendeu alguns imóveis. Com o capital na mão não teve dúvida: “Peguei minha malinha e criei a imobiliária”.

Para manter a VGV em crescimento, ele busca criar parceria com cada corretor. “Sou autêntico, verdadeiro, amigo, servidor… Eu tenho que servir a eles e não ser servido”, comenta Vitor Filho. Outro aspecto, implantado pelo líder, é a transparência, todos os funcionários sabem dos custos e ganhos da empresa.

Por isso, que em 5 anos de funcionamento, a VGV conta com 10 corretores e mais de 1.700 imóveis para administrar e vender. A meta para o curto prazo é chegar aos 5.000 imóveis cadastros e assim ganhar mais musculatura no mercado imobiliário e se depender do entusiasmo de Vitor Ferreira Silva Filho, em breve a VGV Imóveis chega lá.

O empreendedor termina a entrevista revelando o sonho de ver “a VGV Imóveis com uma carteira de

VGV Imóveis

clientes cercada de amigos”.

VGV Imóveis
R. Getúlio Vargas Filho, 413, Cidade Vargas
TEL: 11 2501-0305
e-mail: vgv@vgvimobiliaria.com.br
facebook.com/vgvimobiliaria